Consultório

Rua Soriano de Souza, 115 sala 806 - Consultório 2.

Próximo ao Metrô da Praça Sans Pena (Saída General Roca).

Telefones

(21) 98866-0871

Não trabalho com convênios

  • w-facebook

DESENVOLVIDO POR KOGUMELO

Terapia de Casal – Para Uma Vida Mais Feliz

February 12, 2014

Você escolheu uma pessoa para compartilhar sua vida, alegrias e tristezas. Porém, a vida a dois mostrou-se mais difícil do que a decisão de juntar as escovas de dente e agora a vida parece ter mais tristezas do que alegria. Se você está em um relacionamento assim, conheça a terapia de casal e saiba como ela pode calibrar a sua vida e a de seu parceiro.

 

Desafios (in)esperados

No calor do amor e do namoro, é fácil vislumbrar uma vida a dois. Fazer as coisas que ambos gostam, compartilhar bons momentos, tudo isso faz parte da vida a dois. Porém, a crença popular de que encontramos a nossa “metade da laranja” faz com que criemos expectativas pouco realistas da vida de casal. Cria-se uma mentalidade de que deve haver um encaixe perfeito entre o homem e a mulher e que qualquer diferença que cause problemas deve ser entendida como uma crise irremediável.

A verdade é que embora a pessoa com a qual vivemos foi escolhida por nós para compartilharmos a vida, frequentemente ignora-se alguns fatores que podem causar atrito. E embora seja possível ignorar esse atrito antes da vida a dois, ignora-lo pode ser até mais difícil do que resolvê-lo uma vez que o casal esteja debaixo do mesmo teto. Entenda alguns fatores que podem interferir no relacionamento.

  • Bagagem familiar: as famílias são diferentes e têm hábitos diferentes. Isso pode gerar problemas desde os menores, como a hora de servir o jantar, até coisas mais sérias, como a maneira de educar os filhos.

  • Cultura: este fator vai depender do quão diferente são as culturas de origem de cada um. Em uma determinada região espera-se que a  mulher assuma papéis mais tradicionais de mãe e esposa, já outras esperam que a mulher tenha uma atitude mais moderna.

  • Biologia: existem diferenças biológicas entre homens e mulheres e estas diferenças interferem, sim, na psicologia de cada um. Mulheres, por exemplo, sentem uma necessidade maior de conversar, de ouvir os parceiros; já os homens tendem a guardar seus sentimentos e pensamentos. A biologia interfere também no sexo, já que mulheres têm desejos e fantasias sexuais diferentes daqueles dos homens.

  • Tempo: com o passar do tempo, as pessoas mudam e os ideais de vida, gostos, prazeres podem não ser mais os mesmos do início do relacionamento. São mudanças que podem acontecer pelo próprio processo de maturidade ou eventos traumáticos e nem sempre as pessoas estão preparadas para lidar com estas alterações.

É importante entender, ainda, que estes fatores não agem isoladamente e estão em constante ação, inconscientemente.

 

Terapia de casal, para que serve?

A terapia de casal serve para ajudar o casal a identificar os padrões de comportamento aprendidos e entender como eles interferem no relacionamento, bem como saber que padrões são positivos. O foco está em alcançar uma meta realista para o casal, seja ela a harmonização do relacionamento, encontrar uma sintonia na criação dos filhos, resgatar o lado sentimental do relacionamento, muitas vezes desgastado com as tarefas diárias. É possível que ao final do processo descubra-se que a separação é realmente o mais saudável para todos os envolvidos.

Um estudo de 40 anos sobre terapia de casal foi publicado em 2012 pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles. Neste estudo, os psicólogos Lisa Benson, Meghan McGinn e Andrew Christensen compilaram cinco princípios para que a terapia de casal seja eficaz:

  • Mudança de visão do relacionamento: muitos dos problemas vêm de crenças e expectativas irrealistas e/ou distorcidas do que é a vida a dois;

  • Modificar o padrão de comportamento nocivo: não apenas em relação à interação do casal, mas o terapeuta precisa intervir caso alguém apresente um comportamento autodestrutivo ou nocivo a terceiros;

  • Redução da evitação emocional: o terapeuta ajuda o casal a expressar-se emocionalmente e também a não evitar os sentimentos, tanto os negativos, quanto os positivos;

  •  Melhorar a comunicação: a falta de comunicação, assim como a evitação emocional, pode gerar distanciamento emocional e também muitas brigas;

  • Fortalecer: a terapia de casal deve fortalecer o casal em seus pontos fortes e fornecer ferramentas para que ele se torne resistente e saiba superar futuras crises.

 

Estrutura

A terapia de casal apresenta-se da seguinte forma:

  • Frequência: quinzenal ou mensalmente;

  • Duração da sessão: em torno de 1h30min;

  • Número de sessões: entre 4 a 12, dependendo do objetivo do casal.

 

Quando procurar?

O ideal é procurar o quanto antes. Quanto mais tempo o casal demorar a buscar ajuda, mais difícil será de resolver o problema. Também é preciso avaliar se as insatisfações tornaram-se contínuas e o quanto e como isso tem interferido na vida do casal.

Please reload

Artigos em Destaque

Você já mediu a saúde de seu relacionamento?

October 2, 2019

1/5
Please reload

Artigos Recentes
Please reload

Tags
Please reload

Siga-me!
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic