Consultório

Rua Soriano de Souza, 115 sala 806 - Consultório 2.

Próximo ao Metrô da Praça Sans Pena (Saída General Roca).

Telefones

(21) 98866-0871

Não trabalho com convênios

  • w-facebook

DESENVOLVIDO POR KOGUMELO

Cuidando de suas Emoções com a PNL

February 14, 2014

Você já parou para pensar no que se esconde por trás de suas emoções? Aliás, você sabe o que são as emoções e por que elas acontecem? Entenda suas emoções e saiba como a Programação Neurolinguística (PNL) pode te ajudar a cuidar delas.

 

Um mar de emoções

A emoção, seja ela negativa ou positiva, é uma resposta psicológica que envolve uma experiência subjetiva, uma fisiológica e uma comportamental. Três pessoas podem viver uma emoção de presenciar um casamento, mas nem todas irão chorar (resposta fisiológica e comportamental), nem todas ficarão felizes (experiência subjetiva).

A emoção é diferente do humor, embora no dia-a-dia as pessoas usem estas palavras livremente. Na verdade, o humor refere-se a um estado emocional mais duradouro e ameno do que a emoção. A emoção é um momento, geralmente curto, onde há uma mudança rápida, mas não duradoura, no humor.

Quando vivemos uma emoção, frequentemente não vivemos uma emoção “pura”. Pelo contrário, a tendência é vivermos uma mistura de emoções em diferentes níveis que se mesclam e nem sempre conseguimos identificar uma a uma. As emoções são desencadeadas não apenas em um momento marcante da vida, mas também ao sentirmos um cheiro ou comermos uma comida.

 

A PNL e suas emoções

É importante notar que não são apenas as emoções fortes que são importantes para a compreensão da nossa psique, mas todas elas fazem parte da nossa personalidade e dizem algo importante sobre nós. É aqui que a PNL entra.

Para a PNL, as emoções têm uma razão de ser. Elas apontam para certos aspectos da nossa vida que talvez não estejam tão bem como imaginamos. Por exemplo, um homem pode se convencer de que está feliz no trabalho e não precisa de uma promoção. No entanto, a ponta de inveja que sente quando o colega é promovido pode indicar uma insatisfação mais grave do que ele imaginava.

 

 

 

A função das emoções

Dentro desse ponto de vista, as emoções nunca são inteiramente negativas, mesmo que assim se pareçam. Para a PNL, a partir do momento em que as emoções dizem algo sobre nós, elas também podem fazer algo por nós. Há pelo menos dois tipos de resultados originados de situações diferentes:

  • Intenção positiva: embora possa ter uma consequência ruim, ela pode indicar a necessidade de trabalhar algo. No caso da inveja que uma pessoa sente pelo colega de trabalho, isto pode indicar que sua vida profissional não o satisfaz e que ela tem um peso na sua vida maior do que ele está pronto para admitir;

  • Ganhos secundários: ocorre quando, por exemplo, uma pessoa está triste e outra a conforta.

 

Como a PNL ajuda a cuidar de suas emoções

A PNL nos a ajuda a reprogramar nossos neurônios para reconhecer informações, reorganiza-las e  reprogramar a maneira como respondemos a diferentes situações, especialmente quando nossa resposta emocional é inadequada e nociva. Por exemplo, embora seja normal ficar ansioso ao fazer uma prova, certas pessoas podem ter um excesso de ansiedade, resultando até em desmaios ou apontando para um possível desenvolvimento de um transtorno de ansiedade.

A PNL nos ajuda a mudar o significado que certas situações têm para nós, de maneira que nossas emoções se tornem adequadas e nos permitam melhorar nosso desempenho enquanto membros de um grupo social e também a nível individual. Abaixo você encontrará algumas dicas de como usar os pressupostos básicos da PNL no seu dia-a-dia.

 

  • O mapa não é o território: sua visão do mundo (mapa) é apenas uma parte da realidade total, ou seja, seu ponto de vista é apenas o seu ponto de vista. Procure ver a situação de diferentes ângulos e tentar pensar como outras pessoas encarariam esta situação;

  • Por trás de cada comportamento, há uma intenção positiva: neste momento, procure entender o que suas emoções (especialmente as negativas) querem apontar. A solidão indica algo que está faltando que não são pessoas? A paixão fulminante que te arrebata de tempos em tempos indica que você busca estabilidade emocional? Uma vez que você saiba o que está por trás, é possível trabalhar nisso e melhorar suas respostas emocionais;

  • Comunique-se: Ao invés de guardar suas emoções, comunique-as a uma pessoa. Se alguém te magoou ou se você está feliz em relação a algo, fale sobre isso e veja qual a reação da pessoa. Comente sobre isso, depois, com outra pessoa e você terá uma certa ideia de uma “medida certa” das emoções. Esta também é uma forma para você expandir sua visão de mundo e incorporar diferentes mapas para ajudar a delinear melhor seu território.

Nossas emoções são tão importantes quanto nossas faculdades cognitivas (memória, inteligência etc.) e cuidar delas é uma forma de cuidar de si mesmo.

Please reload

Artigos em Destaque

Você já mediu a saúde de seu relacionamento?

October 2, 2019

1/5
Please reload

Artigos Recentes
Please reload

Tags
Please reload

Siga-me!
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic